» » Apendicite – Sintomas e Causas

Apendicite – Sintomas e Causas

A apendicite é o nome dado à inflamação do apêndice, cujos sintomas podem se manifestar como dor no abdômen e ao redor do umbigo. O que causa a apendicite é a obstrução do apêndice por vermes, fezes secas, cálculos biliares, tumores ou aumento dos gânglios linfáticos do local causado por infecções virais e bacterianas.

O apêndice é um órgão em forma de tubo sem saída com 6 a 10 cm de comprimento e 1 cm ou menos de diâmetro que fica no final do intestino grosso.

Ele possui poucas funções: participa na produção de anticorpos e também abriga bactérias naturais do intestino que fazem parte do processo digestivo. Apesar de não ser de todo inútil, o apêndice não faz falta alguma ao organismo quando é retirado.

O que é apendicite? O que causa?

A apendicite acontece quando as secreções que são produzidas no interior do apêndice não conseguem ser drenadas para serem eliminadas junto com as fezes e então se acumula, dilatando o órgão, comprimindo seus vasos sanguíneos e causando necrose em suas paredes internas.

Apendicite aguda e crônica

Quando esse bloqueio acontece repentinamente, dá-se o nome de apendicite aguda. A apendicite crônica, por sua vez, é caracterizada pelo bloqueio e inflamação lenta e progressiva do órgão, com sintomas mais leves que a forma aguda da condição.

Não só secreções e pus podem obstruir o apêndice, mas também fezes secas, cálculos biliares, vermes intestinais (como oxiúros), tumores e o aumento dos gânglios linfáticos do local, que pode ser provocado por infecções virais ou bacterianas que estimulam a produção de anticorpos.

Apendicite supurada

Quando a obstrução do apêndice é muito grande o órgão pode romper. Quando isso acontece, a condição é chamada de apendicite supurada.

Sintomas de apendicite

Os sintomas da apendicite incluem:

  • Dor ao redor do umbigo;
  • Dores difusas na região do estômago;
  • Dor localizada no lado direito inferior do abdômen;
  • Enjoos e vômitos;
  • Perda de apetite;
  • Febre;
  • Prisão de ventre;
  • Rigidez no abdômen.

A apendicite em crianças e a apendicite na gravidez apresentam os mesmos sintomas e são tratadas da mesma maneira, com cirurgia para retirada do órgão.

A maioria dos sintomas da apendicite são causados pela translocação bacteriana, ou seja, quando as bactérias já presentes no apêndice conseguem atravessar a parede do órgão devido à inflamação e atingem a circulação sanguínea e o revestimento dos intestinos, chamado de peritônio.

No exame físico é comum o paciente sentir dor ao ter a região inferior direita do abdômen apalpada, que fica todo distendida e rígida. Se houver supuração, todo o abdômen é contaminado com material fecal, pus e bactérias, o que causa ainda mais dor e rigidez no abdômen, além de febre alta.

De qual lado é a dor de apendicite?

A dor de apendicite afeta o abdômen de forma generalizada e a região em torno do umbigo, inicialmente. Falta de apetite e enjoos também podem surgir. Na fase inicial da inflamação os sintomas não costumam ser localizados porque o apêndice é uma região pouco inervada, não dando sinais claros ao cérebro de que está inflamado.

Conforme a inflamação vai avançando, a dor atinge a região do estômago, aumenta em torno do umbigo e afeta o lado inferior direito do abdômen, causando uma crise de apendicite. Vômitos, prisão de ventre e febre baixa podem acompanhar a evolução do quadro.

Apendicite pode matar?

Sim, a apendicite pode matar. Na apendicite supurada, que é a ruptura do apêndice, material fecal, bactérias e pus que estavam em seu interior invadem o trato gastrintestinal e todo o abdômen, podendo causar sepse, que é a infecção generalizada, e causar a morte do paciente.

Tratamento de apendicite

O tratamento da apendicite aguda e da apendicite supurada é feito através de cirurgia para remover o órgão. A apendicite crônica pode ser tratada com analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos, mas a cirurgia para a remoção do apêndice também pode ser necessária.

CID Apendicite

  • Apendicite aguda: CID 10 – K35;
  • Apendicite aguda com peritonite generalizada: CID 10 – K35.0;
  • Apendicite aguda com abscesso peritonial: CID 10 – K35.1;
  • Apendicite aguda sem outra especificação: CID 10 – K35.9.

Atualizado em: 04/09/2018 na categoria: Inflamações Gastrointestinais