» » » Chá para Inflamação no Útero – Os 7 Melhores

Chá para Inflamação no Útero – Os 7 Melhores

O chá para inflamação no útero ajuda a combater sintomas incômodos como dores e corrimento. O melhor chá para inflamação no útero pode ser o chá de uxi amarelo, de unha-de-gato ou de tanchagem, que também podem ajudar no tratamento de ovário policístico, miomas, distúrbios da menstruação e sangramentos no útero, entre outros. Outros chás que também podem ser utilizados são:

  • Chá de folhas de goiabeira;
  • Chá de carqueja;
  • Chá de azinheira;
  • Chá de cavalinha.

É importante ressaltar que o tratamento natural do útero inflamado não deve substituir a consulta com o (a) ginecologista e o tratamento com os remédios prescritos. Confira os melhores chás para inflamação no útero:

Chá de uxi amarelo

O chá de uxi amarelo serve para inflamações e sangramentos no útero, ovário policístico, distúrbios da menstruação, miomas e infecções urinárias.

Para fazer o chá utilize 1 colher de sopa de uxi amarelo triturado em meio litro de água. Coloque a mistura para ferver durante 4 a 5 minutos.

Desligue o fogo, abafe o recipiente por 10 minutos, coe e beba 3 xícaras por dia. Adoce com mel ou açúcar mascavo se preferir.

Chá de tanchagem

Coloque 20 g de folhas de tanchagem em 1 litro de água e leve ao fogo para ferver. Quando levantar fervura, espere mais 3 minutos e desligue o fogo.

Deixe as folhas na panela até ficarem com a cor mais escura. Depois coe e beba.

A dose recomendada é de 1 xícara do chá de tanchagem 4 a 5 vezes ao dia até que os sintomas da inflamação no útero sejam eliminados.

Chá de unha-de-gato

Para inflamações no útero, você deve fazer o chá de unha-de-gato com 1 colher de sopa de folhas trituradas e 1 litro de água.

Coloque tudo para ferver e depois que levantar fervura espere 5 minutos. Desligue o fogo e abafe o recipiente por 10 minutos.

Depois coe e beba 1 xícara 2 a 3 vezes ao dia. Adoce com mel ou açúcar mascado, se preferir. Grávidas e mulheres no período de amamentação não devem tomar o chá de unha-de-gato.

Chá de folhas de goiabeira

O chá de folhas de goiabeira é muito utilizado para tratar corrimento vaginal e é uma boa alternativa no tratamento da inflamação no útero. As folhas contêm propriedades anti-inflamatória, cicatrizante, analgésica, antisséptica e diurética.

Para fazer o chá você deve ferver um litro de água, acrescentar 20 gramas de folhas frescas de goiabeira, desligar o fogo e abafar o recipiente por 10 minutos. Depois coe e beba entre 4 e 5 xícaras por dia.

Grávidas, lactantes e pacientes com prisão de ventre não devem consumir o chá.

Chá de carqueja

O chá de carqueja tem efeito adstringente, o que contrai o útero e ajuda a eliminar qualquer agente causador de inflamações e infecções. Além disso, ele também melhora a circulação sanguínea.

Para fazer o chá você deve ferver meio litro de água, desligar o fogo e acrescentar 2 colheres de sopa das folhas de carqueja. Depois é só tampar o recipiente por 10 minutos, coar e beber 1 xícara a cada 6 ou 8 horas.

O chá de carqueja é contraindicado para gestantes e lactantes, pessoas com o sistema de defesa debilitado e pacientes com hipertensão e diabetes.

Chá de azinheira

A azinheira (Quercus ilex L. subsp ilex) é uma árvore cujas cascas, folhas e frutos contêm propriedades anti-inflamatórias, com ação principal em regiões mucosas, como o interior da boca e a região genital.

Para ajudar no tratamento da inflamação no útero você deve fazer o chá com as cascas da azinheira. Coloque 40 g das cascas em 1 litro de água e deixe ferver por alguns minutos. Depois desligue, coe, coloque o líquido em uma bacia e faça uma lavagem vaginal.

Chá de cavalinha

O chá de cavalinha é diurético e depurativo, anti-inflamatório e antimicrobiano – ajuda a combater infecções e o inchaço, além de dores, por ser analgésico, e lesões, por ser cicatrizante.

Para fazer o chá e tratar a inflamação no útero você deve colocar meio litro de água para ferver, desligar o fogo e acrescentar 2 colheres de sopa das folhas de cavalinha. Depois abafe o recipiente por 5 minutos, espere amornar, coe e beba até 3 vezes ao dia.

Grávidas, mulheres que estão amamentando, pacientes com pressão baixa, problemas nos rins e no coração não devem consumir o chá.

Atualizado em: 04/09/2018 na categoria: Inflamações Ginecológicas, Remédios Caseiros