» » Foliculite com Pelos Inflamados e Encravados

Foliculite com Pelos Inflamados e Encravados

A foliculite é a inflamação da raiz do pelo e é comumente associada aos pelos encravados. Os sintomas da foliculite incluem bolinhas vermelhas, inchadas, com ou sem pus na pele e sua causa é a infecção por bactérias nos folículos pilosos. Quando esses mesmos sintomas surgem devido aos pelos encravados (quando a haste do pelo penetra na pele) a condição é chamada de pseudofoliculite.

Quais são os sintomas da foliculite?

Dentre os sintomas mais comuns da foliculite estão a presença de bolinhas vermelhas na pele, com ou sem presença de pelos encravados e pus. A pele também pode ficar sensível e dolorosa no local.

Em relação à pseudofoliculite, é o pelo encravado que faz surgir essas bolinhas vermelhas com sintomas de inflamação. É possível ver a haste do pelo presa dentro dessas bolinhas. Se rompidas, elas podem sangrar e formar casquinhas.

Como é o tratamento para foliculite?

A maioria dos casos de foliculite são leves e conseguem ser tratados com medidas de mudança de estilo de vida e pomadas.

Em primeiro lugar, a prevenção é o mais importante para quem já sofre com a condição e pode ser feita através de esfoliações, uma ou duas vezes por semana, no máximo, com ingredientes como mel+açúcar ou hidratante+açúcar, ou esfoliantes como Theracne e Actine.

Quem tem foliculite não pode abrir mão de manter a pele bem hidratada e evitar os banhos muito quentes para não ressecar a pele. Também é recomendado evitar raspar ou depilar os pelos da região, pois se a raspagem ou depilação for seguida de infecção bacteriana, os pelos ficarão encravados e surgirão todos os sintomas da foliculite.

Lembre-se de manter a pele sempre limpa e seca, além de evitar usar roupas muito apertadas que causem atrito no local onde a foliculite costuma surgir, como nas nádegas ou na virilha, por exemplo.

Pomada para foliculite

Quando as bolinhas já estão presentes, no entanto, não é recomendado esfoliar, para não piorar o quadro. Nesse caso, pode-se utilizar pomadas e géis corticoides (efeito anti-inflamatório) e antibióticos receitados pelo médico, como Quadriderm e Diprogenta, ou mesmo medicamentos formulados com ácidos e antibióticos para tratamento contínuo.

Caso os sintomas não desapareçam com o tratamento, ou caso as bolinhas se espalhem por diversos locais do corpo, é aconselhável procurar um médico, pois a condição pode ser crônica.

Tratamento definitivo

Um tratamento definitivo para a foliculite ou mesmo para a pseudofoliculite, é a depilação a laser, que destrói os folículos pilosos da região, evitando, assim, a infecção por bactérias no local e também o nascimento dos pelos, que não encravarão mais.

Atualizado em: 10/09/2018 na categoria: Inflamações na Pele