» » Inflamação nos Lábios é Grave? Como Tratar?

Inflamação nos Lábios é Grave? Como Tratar?

A inflamação nos lábios é causada, geralmente, por condições simples, como alergias, acúmulo de saliva nos cantos da boca e infecções como herpes e candidíase, com sintomas como rachaduras, vermelhidão e inchaço. A inflamação nos lábios, no entanto, pode evoluir para um quadro grave, como o câncer, caso não seja tratada adequadamente. O tratamento vai depender da causa, já que há diferentes tipos de queilite, o termo médico que recebe essa condição.

Mas quais são os tipos de inflamação nos lábios e os seus sintomas?

Queilite angular ou boqueira

A queilite angular, popularmente chamada de boqueira, é o tipo de inflamação dos lábios mais comum. Suas causas podem incluir acúmulo de saliva no canto da boca, infecções, como herpes e candidíase, alterações nutricionais, como a deficiência de vitamina B2, uso de aparelhos odontológicos, má higiene, alergias, além de:

  • Uso de remédios que ressecam os lábios e de corticoides;
  • Passar a língua nos lábios constantemente;
  • Fatores alérgicos genéticos;
  • Flacidez na musculatura da face ou perdas dentárias;
  • Problemas de pele que afetem os lábios;
  • Consumir alimentos ricos em açúcar excessivamente.

Os sintomas da queilite angular ou boqueira incluem dor e ardor no local, inchaço, vermelhidão, descamação e rachaduras locais que também afetam a pele em volta.

Queilite de contato e queilite esfoliativa

A queilite de contato, como o próprio nome já diz, é causada por reações alérgicas e irritações devido ao contato de substâncias com os lábios, como maquiagens. Manifesta-se através de pequenas bolhas cheias de líquido em toda a região dos lábios. No caso de queilite esfoliativa, o lábio pode descamar de forma persistente e aumentar de tamanho.

Queilite glandular

Existe também a queilite glandular, que pode surgir devido a causas genéticas, emocionais ou mesmo em conjunto com a doença periodontal.

Queilite actínica

Outro tipo de queilite é a queilite actínica, causada pela exposição constante ao sol, podendo evoluir para um câncer, mais comum em homens brancos e com mais de 40 anos. Ela causa, geralmente, vermelhidão no lábio inferior e a perda do limite entre o lábio e a pele, descamação e ressecamento.

Surgimento de feridas podem indicar a evolução para uma condição maligna.

Quando me preocupar com a inflamação nos lábios?

Na maioria das vezes a inflamação nos lábios é causada por uma reação alérgica local ou por pequenas feridas na boca e passa sozinha ou com a ajuda de cremes e corticoides.

No entanto, é importante ficar atento à inflamação nos lábios acompanhada de inchaço grave e repentino e outros sintomas associados, como dificuldade para respirar, sensação de tontura ou fraqueza, coração acelerado, entre outros, pois eles podem estar sendo gerados por uma reação alérgica grave.

Esses casos necessitam de atenção médica imediata, pois a reação alérgica pode se espalhar e causar o inchaço das estruturas internas da garganta, levando à obstrução das vias aéreas, à falta de ar e ao sufocamento em casos extremos.

Tratamento para a inflamação nos lábios

O tratamento da inflamação dos lábios depende do tipo da queilite em questão.

Na queilite angular ou boqueira, o tratamento pode consistir em cremes antimicrobianos para combater alguma infecção associada, a suplementação com vitaminas, o ajuste de próteses dentárias e o tratamento de alguma doença periodontal associada. É preciso, também, parar de lamber os lábios constantemente.

Na queilite de contato, além da retirada da substância que está causando a alergia, o tratamento pode requerer o uso de remédios corticoides que agem localmente, mas só nos casos em que não houver infecção.

A lesão provocada pela queilite actínica, por exemplo, pode ser removida com a aplicação de cremes específicos receitados pelo médico. O tratamento com laser pode ser feito para remover células malignas e ajudar a prevenir o surgimento de novas lesões.

A inflamação nos lábios persistente, que não passa com o uso de remédios e evolui para feridas maiores deve ser avaliada pelo médico o mais rápido possível!

Atualizado em: 02/11/2018 na categoria: Inflamação na Boca